Novas formas de comunicação exigem planejamento

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

 

As relações das empresas públicas e privadas com seus diferentes públicos têm mudado de forma constante. Divulgar ações, posicionar-se e interagir nas redes sociais passou a ser determinante. Salvo raras exceções, que confirmam a regra, quem não é visto tem menos chances de ser lembrado e perde a oportunidade de conhecer mais a fundo seus clientes.  De acordo com a pesquisa realizada este ano pela consultoria Deloitte Brasil com 302 empresas de diversos segmentos e portes econômicos que atuam no país, 70% delas já utilizam as redes sociais, sendo que 83% com os objetivos de divulgar ações, promoções, atrair e fidelizar clientes, e ainda como um espaço de sugestões e reclamações em que podem conhecer as preferências e necessidades de seus consumidores e se aproximar deles. Faz todo o sentido. A pesquisa Digital in 2016, da We Are Social, realizada ao longo do último trimestre de 2015, apontou que no Brasil uma média de 45% da população está ativa em redes sociais de todos os tipos. De janeiro de 2015 para cá houve um aumento de 13% de usuários de redes sociais conectados via mobile. Número que deve crescer ainda mais se for considerada a popularização do acesso ao aparelho celular. Conquistar mais "curtidas”, fãs e seguidores, porém, não necessariamente significa que a empresa é reconhecida pelo mercado como ela supõe ou como gostaria de ser avaliada. Falar com o público, vender, encantar e manter o cliente depende em alto grau das informações divulgadas e postadas, mas também de uma estratégia de comunicação consistente e coerente com a cultura da organização.     Como afirmou a diretora de Comunicação Estratégica da Baruco Comunicações, Erika Baruco, em recente reportagem publicada no jornal Meio e Mensagem, quando bem planejadas e usadas corretamente, as redes sociais formam opinião e podem medir a satisfação do consumidor, ultrapassando o sentido de mídia tradicional e tornando-se uma forte aliada da marca. E é aí que entra o trabalho do profissional estrategista, o gestor de comunicação. Ele é o profissional que zela pela coerência nas várias mídias diretamente com a alta direção. É responsável por definir o desenvolvimento de ações e seu alinhamento. Um aliado importante nesse trabalho é a pesquisa de imagem, que chega a ser determinante para quem tem de tomar as melhores decisões para a organização. “O que desejam os stakeholders? E seu público potencial? O que ele espera da sua organização? Como os formadores de opinião, entre eles, jornalistas, blogueiros, etc., enxergam sua marca? Pesquisas periódicas contribuem significativamente para a escolha das ações e tomada de decisões", assinala o conselheiro e vice-presidente administrativo do Conselho Regional de Administração de São Paulo, Adm. Silvio Pires de Paula. Ainda segundo o Conselheiro, é importante considerar que hoje é muito comum termos equipes formadas por quatro gerações diferentes convivendo em uma empresa. “Conhecer as necessidades e expectativas das equipes diminui a possibilidade de gerar informações equivocadas na construção de um plano estratégico de comunicação. A pesquisa proporciona o conhecimento verdadeiro dos públicos com dados muito completos", afirma Pires de Paula. Coerência Nesse admirável mundo novo, a compreensão do universo da comunicação, incluindo redes sociais, portais, sites, gestão de conteúdo, otimização dos motores de busca SEO, assim como as publicações off-line, propaganda e publicidade é essencial ao administrador, que já tem entre suas competências a capacidade de adaptação, flexibilidade e ampla visão, contribuindo para a coerência entre discurso e ação.     “Certamente a Administração está entre as áreas com maior capacidade de enxergar o universo da tecnologia, que avança mais e mais rápido”, diz o vice-presidente Adm. Reinaldo D'Errico, sócio da Multiplus Crédito - Inteligência e Tecnologia. As áreas de Tecnologia, Marketing e Comunicação Corporativa reportam-se diretamente a ele. "Resistências precisam ser quebradas, pois o tom dos líderes é que dará consistência à comunicação. Ela deve ser planejada e manter o foco de acordo com os objetivos das organizações. A comunicação é um processo que exige planejamento, assim como as demais áreas de uma empresa. Planejar ações não é garantia de sucesso, mas trabalhar sem planejamento é garantia de fracasso.  ” Quinze anos após o lançamento do seu livro De Cara com a Mídia, o jornalista, doutor em Filosofia Polí- tica e consultor de empresas Francisco Viana faz uma nova reflexão sobre o que mudou na comunicação nos últimos anos e o que ainda irá mudar na segunda edição de seu livro "De Cara com a Mídia" (Amazon.com). Ele, o comunicador precisa se revolucionar. E, para ele, isso significa “ler o seu tempo”. Na visão de Viana, os jornalistas, por exemplo, devem ser aliados da estratégia organizacional. Já o perfil do gestor de comunicação inclui vivência para distinguir o que vai gerar impacto, para inter-relacionar os temas, além da capacidade de ter ideias que possam atrair os consumidores. Também é preciso entender que o comunicador não é um mero executor de ordens."A comunicação deixou de ser um recurso lateral, episódico. Não raramente, as organizações falam sobre a falta de divulgação em diferentes mídias . No entanto, muitas ainda enxergam como possível realizar trabalhos de divulgação com orçamento não adequados e sem um gestor estratégico". A comunicação nas organizações vai além, afirma Viana. Há, porém, uma mudança em curso, uma vez que a comunicação interfere nas estratégias de atendimento e qualidade com os seus clientes. Seminários, cursos, palestras, workshops, artigos etc. sobre o tema são inúmeros. Além disso, as novas dinâmicas da comunicação das marcas, especialmente no universo das mídias sociais, atribuem o fator “humanização” como a principal estratégia da atualidade para a geração de engajamento com o consumidor/cliente, o que valoriza o trabalho do gestor da comunicação. 

Fonte: Revista Administrador

Finance365 Família de Parceiros

Finance365 traz ao mercado, uma nova mentalidade sobre Governança e Gestão Empresarial. Nossa meta é apresentar aos clientes como aumentar seus lucros através de boas práticas na Governança Corporativa, com crescimento sustentável.

Atendimento Especializado

Miramar, Flórida, USA

Alphaville - Barueri

Email: contato@finance365.net.br

Fax: +55 11 2680-5094

Webistewww.finance365.net.br

Depoimentos


"Ficamos surpreendidos positivamente com a qualidade das respostas, vale a pena !"
Cleber Oliveira - Advanced Consultores
"Deixe seus comentários sobre o uso de nossa aplicação."
Administração - Gestão Canal da Governança
"Governança está nos apoiando a ver o negócio de outra forma, mais racional e objetiva."
Moacir F Teixeira - ECOAGRO